Página principal
Sexta-feira , 18 de junho de 2021  
Efetuar Contato Página Principal
A TEORIA DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO E A CPI DO LEITE
05/01/2014 - 08:58
 
Os agentes econômicos que atuam no agronegócio leite parecem ainda estar 
adaptando-se ao fim da intervenção governamental, o que traduz-se em rearranjos nas 
atividades destes agentes e na estrutura da cadeia produtiva, o que nem sempre ocorre de 
forma harmônica. Procurou-se, neste estudo, identificar as  prováveis formas de domínio 
predominantes nas transações realizadas entre os produtores rurais e a indústria laticinista da 
cadeia produtiva do leite de MS, tendo como referencial teórico a economia dos custos de 
transação. Conclui-se que, em decorrência dos resultados obtidos pela CPI do Leite, o 
comportamento oportunístico dos elos mais fortes deixou de manifestar-se, pois a incerteza 
das transações foi contornada pelo estabelecimento de regras contratuais adequadas, nas quais 
tanto os produtores quanto os laticínios comprometeram-se a criar um ambiente mais 
favorável às soluções cooperativas, o que reduz os custos de transação envolvidos.
 
Voltar Visualizar PDF
 
 
 
Desenvolvido por Gestão Ativa WebDesign
Copyright © 2005 - 2021. Todos os direitos reservados.